top of page

VOLTA REDONDA LIDERA DEMISSÕES EM RAZÃO DA PANDEMIA DA COVID-19 NA REGIÃO SUL DO ESTADO

Foto: Arquivo Apesar de o governo de Volta Redonda se auto avaliar como eficiente na geração de empregos, os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta sexta-feira (30/10) pelo Ministério da Economia, demonstram que a cidade foi a que mais registrou demissões, se comparado com todas as outras 13 cidades do Sul do Estado do Rio. A cidade do aço teve 1.392 demissões, contra 1.932 admissões, demonstrando que, apesar disso, o saldo de 531 é positivo, mesmo no cenário atual da pandemia da Covid-19 (Novo Coronavírus). O município se aproxima da flexibilização geral da economia, tendo havido duas interrupções, por uma semana, e outra por duas, desde o início da flexibilização, no dia 4 de maio. Apesar disso, a busca pela recuperação das vagas de emprego formal, fechadas ao longo de 2020, ainda requer empenho redobrado, principalmente para o ano de 2021, que se aproxima. A cidade tem um déficit negativo acumulado de 3.272 demissões. Durante todo este ano, foram geradas 13.438 vagas, contra 16.710 demissões. MUNICÍPIOS ADMISSÕES DEMISSÕES SALDO Angra dos Reis 550 468 82 Barra do Pirai 640 279 361 Barra Mansa 842 812 30 Itatiaia 211 134 77 Parati 173 125 48 Pinheiral 73 62 11 Pirai 144 141 3 Porto Real 121 126 -5 Quatis 28 18 10 Resende 768 713 55 Rio Claro 19 7 12 Valença 145 148 -3 Volta Redonda 1.923 1.392 531

VOLTA REDONDA LIDERA DEMISSÕES EM RAZÃO DA PANDEMIA DA COVID-19 NA REGIÃO SUL DO ESTADO

Foto: Arquivo Apesar de o governo de Volta Redonda se auto avaliar como eficiente na geração de empregos, os dados do Cadastro Geral de...

bottom of page