top of page

VEREADOR SIDNEY DINHO DEFENDE "TOLERÂNCIA ZERO PARA COM A VIOLÊNCIA URBANA"

Gota d'água foi a tentativa de homicídio que aconteceu na Rua Sargento Paulo Moreira, no bairro Volta Grande Foto: Gazeta dos Bairros A crescente violência registrada em algumas cidade do Sul Fluminense tem tirado o sono do presidente da Câmara Municipal de Volta Redonda, o vereador e pré-candidato a deputado federal, Sidney Teixeira, o Dinho (Patriota). A gota d'água para o parlamentar, que defendeu a tese de "tolerância zero para violência urbana", foi o crime que aconteceu na Rua Sargento Paulo Moreira, no bairro Volta Grande, e foi registrado por uma câmera de segurança. A criança, que levou um tiro na cabeça, encontra-se numa Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica de um hospital privado da cidade. Já o homem, que foi alvejado por tiros em vários pontos do corpo, está internado, em estado grave, no Hospital São João Batista, no bairro Colina. Durante uma entrevista concedida pelo prefeito Antônio Francisco Neto (DEM) ao radialista Dário de Paula, na Rádio Sintonia do Vale (98,9 FM), na última quinta-feira (07/04), uma moradora usou o canal YouTube do programa para cobrar por segurança no bairro Niterói. "​Bom dia prefeito Neto. Aqui no bairro Niterói precisamos de segurança, pois estão aparecendo pessoas estranhas e, também alguns roubos e furtos", disse a moradora, que identificaremos apenas com as iniciais de seu nome (C. O. A. M). O vereador Dinho afirmou que a segurança pública, a cada dia que se passa, " torna-se um assunto mais e mais grave ", e que merece uma total atenção das autoridades da cidade. " Isso não envolve somente órgãos estaduais, mas também os municipais. A reclamação da moradora é pertinente. Nossa cidade, até onde eu sei, é dividida em setores de patrulhamento. Porém, a política adotada no momento, que nos parece ser, é a de viaturas baseadas em locais estratégicos, com suas mobilidades segredadas ", revelou ele. Dinho acrescenta que a possibilidade de que uma viatura em patrulhamento pode estar passando por um determinado ponto, por si só já causa uma sensação de segurança a população. - E isso também inibe o criminoso, que pode ser surpreendido num destes patrulhamentos, fato que até acostumamos acompanhar pela mídias. Sou favorável a deixar nossos policiais soltos e encurralando estes vagabundos como ratos em seus buracos. Com os policiais circulando, vagabundo pensa 10 vezes antes de colocar a cara na rua. E tem que ser assim mesmo, as pessoas de bem circulando livremente e os vagabundos encurralados em seus esgotos. Vagabundo só respeita duas linguagens: cadeia ou caixão, que sempre será a melhor opção - sentenciou Sidney Dinho. O parlamentar, que também é policial militar reformado, defende que, com atividades constantes e sufoco, asfixiar os criminosos em seus locais de atuação, a situação poderá ser transformada. " Isso requer políticas públicas, compromisso e vontade de fazer. Nossos policiais civis e militares são os melhores do mundo. Vivem em guerra e sabem fazer isso muito bem. Basta que, quem manda a nível estadual, faça acontecer. Aí sim, nós, povo do Estado do Rio de Janeiro, veremos vagabundo saindo de cena, e deixando de ser protagonista nesta história. Eu acredito em nossas forças de segurança e sei que podem acabar com esta pouca vergonha, porém precisam de apoio ", concluiu Dinho.

VEREADOR SIDNEY DINHO DEFENDE "TOLERÂNCIA ZERO PARA COM A VIOLÊNCIA URBANA"

Gota d'água foi a tentativa de homicídio que aconteceu na Rua Sargento Paulo Moreira, no bairro Volta Grande Foto: Gazeta dos Bairros A...

bottom of page