top of page

PMVR E CSN FIRMAM CONVÊNIO EDUCACIONAL

Evento de assinatura também marcou a abertura da exposição ‘Captando o passado: a água e a CSN’ na Biblioteca Municipal, na Vila Fotos: Cris Oliveira/Secom-PMVR A Prefeitura de Volta Redonda, a CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) e a Fundação CSN assinaram Termo de Cooperação para implantação de Programa de Educação Ambiental (PEA) no município. O evento, na tarde desta segunda-feira, 21, também marcou a abertura da exposição “Captando o passado: a água e a CSN”, que está em cartaz na Biblioteca Municipal Raul de Leoni, na Vila Santa Cecília. As ações homenageiam o Dia Mundial da Água, comemorado nesta terça-feira (22/03). O documento foi assinado pelo prefeito Antônio Francisco Neto; pelo gerente geral da Fundação CSN, André Leonardi; pelo gerente de Meio Ambiente da CSN, Aldo José Alves de Santana; além do secretário municipal de Meio Ambiente (SMMA), Miguel Arcanjo; e da diretora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação (SME), Valéria Augusto Franco de Carvalho Coelho, representantes das pastas que serão parceiras na implantação do PEA em Volta Redonda. O Programa de Educação Ambiental prevê atividades de conscientização e educação ambiental nas escolas da Rede Municipal de Ensino. Para marcar o Dia Mundial da Água, haverá palestras, oficinas com foco em esclarecer as responsabilidades dos cidadãos, do poder público e da iniciativa privada sobre preservação do meio ambiente e dos recursos hídricos. Um dos destaques da semana foi a soltura de 10 mil alevinos no Rio Paraíba do Sul, nesta quarta-feira (23/03), no deck da Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil (Compedec), na Ilha São João. O prefeito Antônio Francisco Neto afirmou que a parceria com a Fundação e a CSN é motivo de alegria, principalmente por se tratar de um tema tão importante quanto à preservação ambiental e, principalmente, dos recursos hídricos. “ Volta Redonda é uma cidade que nasceu às margens do Rio Paraíba do Sul e é, inclusive, uma curva de seu leito que dá nome à cidade ”, citou Neto, ressaltando que está à disposição para ampliar a parceria com a empresa, pois “ quem ganha é a população ”. “ O PEA será uma oportunidade de diálogo direto da companhia com a comunidade e ao mesmo tempo, uma oportunidade para a empresa apresentar suas iniciativas na área ambiental para a cidade. Lançar este programa durante a Semana da Água é especialmente significativo para a CSN, uma vez que a Usina Presidente Vargas é referência no reuso e recirculação de água, com taxa de recirculação de 93,6%. Temos também um rigoroso programa de monitoramento de seus efluentes devolvidos ao Rio Paraíba do Sul ”, disse o gerente de Meio Ambiente da empresa, Aldo Santana. O secretário de Cultura de Volta Redonda, Anderson de Souza, acredita que esta será mais uma parceria de sucesso com a Fundação CSN e lembrou do projeto #juntospelacultura, que incluiu o Gacemss, realizado durante as comemorações pelo aniversário da cidade, em julho passado. “ Foram realizadas mais de 30 atividades, entre espetáculos de dança e teatrais, shows, palestras, exposições e feiras. As ações movimentaram cerca de 300 profissionais e impactaram mais de 30 mil pessoas ”, falou Anderson. Miguel Arcanjo, secretário municipal de Meio Ambiente, também é um entusiasta da educação ambiental. “ O PEA é de suma importância para melhorarmos o cenário e evitar a degradação, cada vez maior, do meio ambiente. Conscientizando os educadores e estudantes, formamos uma rede de multiplicadores que vão levar a ideia da preservação ambiental a toda comunidade ”, disse. A cerimônia começou no térreo da biblioteca com apresentação do grupo de percussão Tambores de Aço, do programa Garoto Cidadão, da Fundação CSN, que conta com a parceria da Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac). Além das autoridades presentes, a música também encantou os alunos do 4º e do 5º ano das escolas municipais Professor Luiz Cantanhede, no Brasilândia, e Pará, no Retiro. Ainda prestigiaram o evento a coordenadora municipal de Juventude, Larissa Garcez; o subsecretário municipal de Educação, Júlio Cyrne; o especialista em Recursos Hídricos da CSN, Antônio Carlos Simões de Santana Filho; a coordenadora do Centro Cultural da Fundação CSN, Aparecida Giane de Carvalho; e a coordenadora do projeto Garoto Cidadão, Sabine Barbosa. EXPOSIÇÃO - A mostra, com a curadoria do historiador Dr. Paulo Célio Soares, conta a história da água durante a construção da Usina Presidente Vargas e a importância de seu papel para a formação da cidade de Volta Redonda. Desde sua instalação, em 1940, a empresa dedicou especial atenção aos recursos hídricos, fundamentais para sua implantação no município. Para ilustrar este contexto, os fatos estão divididos em painéis com textos e fotos.

PMVR E CSN FIRMAM CONVÊNIO EDUCACIONAL

Evento de assinatura também marcou a abertura da exposição ‘Captando o passado: a água e a CSN’ na Biblioteca Municipal, na Vila Fotos:...

bottom of page