top of page

OP DIGITAL RECEBE VOTAÇÃO ATÉ FEVEREIRO

Qualquer pessoa residente em Volta Redonda pode se cadastrar no site e escolher investimentos no bairro onde reside Foto: Moradora/Isabele Fernandes Rua Marina Godoy Barreira Cravo, no bairro Voldac, pode ser uma das beneficiadas com obras do Orçamento Participativo 2019 Na atual gestão do prefeito Elderson da Silva, o Samuca (sem partido), o governo municipal pretende investir R$ 30 milhões em obras nos 93 bairros do município, que estão divididos em 12 setores, nos próximos dois anos. As escolhas dessas obras, prioritárias para cada bairro, serão feitas pelas pessoas que votarão no Orçamento Participativo Digital, até 15 de fevereiro de 2019. A votação é realizada pela internet e basta que os interessados acessem o site www.voltaredonda.rj.gov.br/op . O prefeito destacou a importância dessa participação. “O OP Digital facilita a qualquer cidadão, onde estiver, acessar o site e fazer a escolha de obras que vão melhorar o dia a dia da população nos bairros. São prioridades com recursos assegurados e que poderão ser acompanhadas com transparência nas informações”, afirmou o prefeito. O diretor de Transparência e Controle Social da Seplag, Marcos Vinicius Delgado, destaca a importância desta participação digital na seleção das obras prioritárias. “O OP Digital é uma ferramenta dentro da democracia digital que visa ampliar a participação dos moradores no processo de seleção das obras prioritárias. É importante para a cidade conquistar as obras mais solicitadas pelas associações de moradores, indicadas em assembleias nos bairros, onde cada um faz a escolha dos investimentos que são prioridades com a votação digital”, explicou Marcos. O diretor acrescentou que cada obra já selecionada, que é resultado das assembleias com as associações de moradores, tem o seu valor estimulado no site do OP Digital, sendo que a tela acusa em vermelho quando o valor do Orçamento por setor é superado. Neste caso a pessoa retorna com nova votação na prioridade dos investimentos. No site estão disponíveis as atas, mapas de obras, comissões, membros, calendário, regime interno e metodologia, bairros por setores, orçamento popular. O diretor de Transparência e Controle Social da Seplag, disse que o Zoológico também receberá pontos de votação para a OP Digital. O Comitê do Orçamento Participativo é formado por 60% da sociedade civil (movimentos sociais, associações) e 40% de representação do governo municipal. “O importante é que o maior número de pessoas participe do processo de escolha das prioridades”,enfatizou Marcos Delgado.

OP DIGITAL RECEBE VOTAÇÃO ATÉ FEVEREIRO

Qualquer pessoa residente em Volta Redonda pode se cadastrar no site e escolher investimentos no bairro onde reside Foto:...

bottom of page