top of page

MUNICÍPIOS SÃO CONTRÁRIOS À PROPOSTA DA ANTT SOBRE RODOVIAS DUTRA E RIO-SANTOS

Vice-prefeito Maycon Abrantes afirma que Volta Redonda "não foi contemplada com o acesso ao bairro Roma/Hospital Regional Zilda Arns" Fotos: Divulgação/Rede Social/Maycon Abrantes O vice-prefeito e diretor presidente da Companhia de Habitação de Volta Redonda (Cohab-VR), Maycon Abrantes, demonstrou indignação, perplexidade e contrariedade com a proposta apresentada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em Audiência Pública ontem, no Rio, para a nova concessão das rodovias Presidente Dutra (BR-116) e Rio-Santos (BR-101). A concessão das duas rodovias será realizada em dezembro de 2020, ambas num mesmo lote. Durante a audiência, a ANTT reuniu representantes de municípios envolvidos para apresentar o projeto elaborado pelo Ministério de Infraestrutura. De acordo com Maycon Abrantes, dentre os principais pontos apresentados, os maiores impactos serão sentidos na região do Médio Paraíba. "Existe uma proposta para que seja prorrogado o prazo de execução da nova pista da Serra das Araras, para somente em 2026; uma nova Praça de Pedágio em Barra Mansa, a não execução de faixas marginais, trevos de acessos e passarelas nas cidades da região", enumerou o vice-prefeito de Volta Redonda. A concessão da Dutra e as tarifas de pedágio subsidiarão, segundo Maycon, os investimentos previstos na Rio-Santos (BR 101), que tem previsão de duplicação de Mangaratiba até Ubatuba e com número muito inferior de tráfego. - Os municípios da região juntamente com a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Grupo LÍDER, Secretaria de Estado dos Transportes e deputados federais, realizarão reuniões para buscar apoio político junto ao Ministério de Infraestrutura para adequar o projeto atendendo nossas necessidades. Volta Redonda, por exemplo, não foi contemplada com o acesso ao Roma/Hospital do Médio Paraíba Doutora Zilda Arns Neumann (Regional), bem como o acesso ao bairro Rio das Flores, além da passarela interligando esses dois bairros. E ainda temos as melhorias do acesso à cidade, que foi imensamente comprometido com a abertura da Rodovia do Contorno - afirmou o vice-prefeito, acrescentando que o governo municipal pleiteia também uma Audiência Pública na região Sul Fluminense. DEFESA - O prefeito de Piraí e presidente da Associação Estadual de Municípios do Rio de Janeiro (Aemerj), Luiz Antonio (PDT), também participou da Audiência Pública realizada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) em que foi apresentado o novo modelo de concessão da BR-116 (Via Dutra) e BR-101 (Rio-Santos). Foto: Divulgação/Geferson Henrique Pedro-Ascom-Piraí Usando a palavra durante a audiência, Luiz Antonio defendeu os interesses da população de Piraí e da região Sul Fluminense. O prefeito citou a necessidade de construir passarelas no Varjão, no Caiçara e no distrito de Arrozal. “Estamos defendendo os interesses do nosso município e da nossa região. É importante garantir as passarelas para os bairros Varjão, Caiçara e no distrito de Arrozal. Temos que garantir melhorias nos acessos da nossa cidade para proporcionar tranquilidade aos moradores, aos empreendedores que precisam utilizar a Via Dutra”, disse Luiz Antonio. Ainda durante a sua fala, o prefeito Luiz Antonio ressaltou a importância das obras de duplicação da Serra das Araras. “A Via Dutra é muito importante para nossa cidade e a nossa região. Com a duplicação da Serra das Araras vai permitir um fluxo melhor do transporte para o Rio de Janeiro e para os portos”, encerrou.

MUNICÍPIOS SÃO CONTRÁRIOS À PROPOSTA DA ANTT SOBRE RODOVIAS DUTRA E RIO-SANTOS

Vice-prefeito Maycon Abrantes afirma que Volta Redonda "não foi contemplada com o acesso ao bairro Roma/Hospital Regional Zilda Arns"...

bottom of page