top of page

MP-RJ QUER EXONERAÇÃO DE AFILHADO DE PEZÃO

O subsecretário adjunto de Comunicação Social do governo do Estado, Marcelo Santos Amorim, o Marcelinho (PSC), voltou à mira do Ministério Público do Rio de Janeiro. Ele está sendo acusado numa ação de improbidade administrativa ajuizada pelo MP do Rio, além de outras pessoas físicas e jurídicas, sob a acusação de participação no esquema de corrupção do Tribunal de Contas do Estado (TCE), levantada pela operação "Quinto do Ouro", em março do ano passado, conforme divulgado no final da noite de ontem (26/04), pelo site G1, em reportagem assinada por Marcelo Gomes e Ricardo de Abreu, ambos da GloboNews. De acordo com a reportagem, "os promotores também querem a perda definitiva do cargo do deputado estadual Jorge Picciani (MDB), além dos cinco conselheiros do TCE afastados há um ano por suspeitas de corrupção". Marcelinho é casado com a sobrinha do governador Luiz Fernando Pezão (MDB), e poderá ser exonerado a qualquer momento do cargo que ocupa.

MP-RJ QUER EXONERAÇÃO DE AFILHADO DE PEZÃO

O subsecretário adjunto de Comunicação Social do governo do Estado, Marcelo Santos Amorim, o Marcelinho (PSC), voltou à mira do...

bottom of page