top of page

CÂMARA DE VOLTA REDONDA CASSA MANDATO DE VEREADOR

Paulinho do Raio-X sai da política por prática de improbidade administrativa e quebra de decoro parlamentar, por 19 votos favoráveis Foto: Reprodução/Rede Social Em sessão extraordinária realizada na tarde desta sexta-feira (21/08), e pela segunda vez na história política local, a Câmara Municipal de Volta Redonda cassou o mandato do vereador Paulo César Lima da Silva, o Paulinho do Raio-X (MDB), por prática de improbidade administrativa e quebra de decoro parlamentar, por 19 votos favoráveis, por votação nominal. A cassação foi proposta pelo relatório da Comissão Processante, cujo presidente é o vereador Sidney Teixeira, o Dinho (Patriota), relator pastor Washington Uchôa (Republicanos) e membro, vereadora Rosana Bergone (PRTB), aprovada após aceitação da denúncia apresentada pelo vereador Rodrigo Furtado (PSC). Como autor da denúncia, Rodrigo Furtado não pode participar da votação, sendo substituído regimentalmente pelo suplente Francisco das Chagas Ferreira Chaves (DEM). AUSENTE - Um fato inusitado que marcou a sessão, foi a ausência do vereador Paulinho do Raio-X, e os seus advogados, para apresentação da razões que poderiam influenciar à não cassação do mandato do mesmo. Com a cassação do mandato do parlamentar, quem assume a vaga no plenário é o empresário Marcelo Moreira (MDB). O Decreto Legislativo nº 491/2020 foi lido em plenário oficializando a cassação do mandato de Paulinho do Raio-X, e confirmando a convocação do suplente Marcelo Moreira para assumir a vaga, já na próxima sessão ordinária, na próxima terça-feira (25/08). HISTÓRIA - Com a cassação de Paulinho do Raio-X, o parlamento de Volta Redonda promove a segunda cassação de um vereador na história recente. No período do mandato compreendido entre os anos de 1989 a 1992, o ex-vereador Vanderlei Barcelos (então sob a legenda do PT), teve o mandato cassado após ter agredido em plenário o colega Jorge de Oliveira, o Zoinho (então no PDT). No entanto, a cassação do mandato do agora ex-vereador Paulinho do Raio-X foi a primeira na história política da cidade onde um parlamentar perde o mandato por ter sido denunciado e condenado no âmbito político-administrativo e, por conseguinte, quebra de decoro parlamentar.

CÂMARA DE VOLTA REDONDA CASSA MANDATO DE VEREADOR

Paulinho do Raio-X sai da política por prática de improbidade administrativa e quebra de decoro parlamentar, por 19 votos favoráveis...

bottom of page