top of page

VEREADOR PROMETE CPI PARA APURAR RESPONSABILIDADES SOBRE ACIDENTES NA RODOVIA DO CONTORNO

Foto: Arquivo

Preocupado com os constantes acidentes envolvendo vítimas fatais em pontos próximos ao empreendimento do empresário Mauro Campos, na Rodovia do Contorno, o vereador Rodrigo Furtado decidiu que não vai mais tolerar calado o descaso com a vida dos volta-redondenses e vai propor a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar se há possíveis responsáveis pelos acidentes. “Até quando vamos ver nossos conhecidos, parentes, amigos e até vizinhos morrendo na Rodovia do Contorno? Não é para a morte que ela foi pensada, foi para facilitar a vida do motorista. Três mortes em um espaço tão curto de tempo não pode ser por acaso”, avaliou Rodrigo.

Para o prefeito de Volta Redonda, Antônio Francisco Neto, tantos acidentes naquela região podem estar acontecendo por conta do empreendimento imobiliário de Mauros Campos, o Jardim Mariana. Para garantir o acesso dos seus clientes, o empresário construiu uma rotatória no meio da rodovia com direito a ponto de ônibus, o que, de acordo com a própria prefeitura, é irregular. Em sua defesa, Mauro Campos afirma que o problema é a falta de redutores de velocidade. “Vamos investigar cada detalhe. Se foi negligência da prefeitura ao não garantir quebra molas ou se foi irresponsabilidade do empresário que não seguiu orientações técnicas para fazer tal empreendimento. A Câmara tem responsabilidade com a vida dos voltarredondenses de todos aqueles que passam por nossas terras. Pagamos impostos e queremos respeito com nossa vida”, pontuou Rodrigo Furtado, salientando que tem como objetivo ao propor a CPI reunir dados para o Ministério Público. “Eles terão que ser provocados com nosso relatório a agir para garantir a vida de todos nós, que não tem preço”.

Furtado também pretende apurar a responsabilidade dos órgãos de controle de trânsito, como o DNIT, por exemplo. “Já que ainda há impasses com relação à quem é devido a administração da rodovia do contorno, cabe ao DNIT autorizar obras em seu percurso. Precisamos saber ainda se o órgão faz corretamente a fiscalização, se a prefeitura está ajudando nessa tarefa. Enfim, há muitos detalhes que pretendo averiguar com a instauração da CPI”, ponderou Rodrigo.

Furtado também pretende apurar a responsabilidade dos órgãos de controle de trânsito, como o DNIT, por exemplo. “Já que ainda há impasses com relação à quem é devido a administração da rodovia do contorno, cabe ao DNIT autorizar obras em seu percurso. Precisamos saber ainda se o órgão faz corretamente a fiscalização, se a prefeitura está ajudando nessa tarefa. Enfim, há muitos detalhes que pretendo averiguar com a instauração da CPI”, ponderou Rodrigo.

Há ainda que se verificar também possíveis responsabilidades da concessionária K-infra, que está com a responsabilidade de explorar e recuperar trechos importantes da rodovia. Teremos de saber se houve algum tipo também de omissão por parte da empresa”, completou Rodrigo, determinado

Mas não é só nos graves acidentes da Rodovia do Contorno que o vereador Rodrigo Furtado anda de olho. O parlamentar quer também respostas da Light para tantos apagões em Volta Redonda, sobretudo na região do Santo Agostinho. “A falta de energia em Volta Redonda tem causado transtornos, estragos e prejuízos. Chegamos ao ponto de ficar sem o fornecimento de energia por dias em alguns bairros por conta de problemas em transformador, o que é inadmissível. E para piorar, o fornecimento de água pela cidade está umbilicalmente ligado a interrupção da energia. Toda vez que uma malha de energia deixa de funcionar, as bombas do SAAE-VR da localidade não atuam, e por conta disso a população fica sem os serviços essenciais de água e energia”, explicou Rodrigo, intrigado.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

® Copyright
bottom of page