top of page

VEREADOR 'GRITA' E GOVERNO DECIDE ATUAR JUNTO À POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA

Equipes das secretarias de Assistência Social e Direitos Humanos, além da Guarda Municipal e do Ministério Público atuaram no bairro Aterrado

Fotos: Gazeta dos Bairros e Divulgação/Secom-PMVR


Após denunciar ações de tentativa de furto, com uso de arma branca, e consumo de drogas à luz do dia nas imediações do Palácio 17 de Julho, sede da Prefeitura de Volta Redonda, o vereador Renan Cury (PP) solicitou e foi atendido na quarta-feira (15/05), por uma ação integrada de abordagem social às pessoas em situação de rua. As equipes das secretarias Municipais de Assistência Social (Smas) e Políticas para Mulheres e Direitos Humanos (SMDH), com o apoio de agentes da Guarda Municipal de Volta Redonda (GMVR) e membros do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) estiveram no bairro Aterrado para acolhimento e cadastro nos serviços socioassistenciais do município aos moradores que estão em situação de rua na Avenida Paulo de Frontin e Rua Luiz Alves Pereira.

Ainda na noite de terça-feira (14/05), o parlamentar conseguiu aprovar a realização de uma Audiência Pública para debater com a sociedade ações para conter o avanço das práticas criminosas, bem como buscar solução para as pessoas em situação de rua. A audiência vai acontecer no dia 4 de junho, na Câmara Municipal, e contará com a presença de representantes do Ministério Público, Associação Comercial, Industrial e Agropastoril (Aciap-VR), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-VR), sindicatos de trabalhadores, integrantes da Segurança Pública, da Saúde e da Assistência Social.

A prefeitura dará continuidade a ação de abordagem social, iniciada na quarta-feira, até sexta-feira (17/05). Joveline Batista Tomaz, da assessoria técnica da Smas nos serviços para a população em situação de rua, explica que a abordagem é uma atividade de rotina em Volta Redonda – e que está sendo intensificada com o objetivo de sensibilizar os moradores em situação de vulnerabilidade a conhecerem e utilizarem os serviços oferecidos pelo Centro de Referência Especializado Uhady Nars, o Centro Pop, localizado no bairro Aterrado.

Com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, o Centro Pop oferece aos usuários café da manhã, almoço, jantar, banho, espaço para lavagem de roupas e encaminhamento para retirada de documentos de identificação – como, por exemplo, RG (identidade) e CPF, entre outros –, além de orientação psicológica e social e encaminhamento para o Abrigo Municipal Seu Nadim.

O Centro Pop, totalmente dedicado aos moradores em situação de rua, possui uma equipe de assistentes sociais e educadores que fazem abordagens diárias em todo o território de Volta Redonda. Durante essa ação, nós conversamos com eles também sobre a possibilidade de reingressarem para suas cidades de origem, pois muitos são migrantes na região. Com isso, disponibilizamos o retorno ao seu local e, em alguns casos, para suas famílias, principalmente aquelas dispostas a aceitá-los de volta quando ainda há um vínculo familiar existente”, comentou a assistente social Joveline Tomaz, acrescentando que o Serviço de Abordagem Social se concentra, principalmente, nos centros comerciais de Volta Redonda, onde o índice de pessoas em situação de rua é maior.

Todas as regiões de Volta Redonda estão mapeadas, sendo que a maior concentração de moradores em situação de vulnerabilidade é nos centros comerciais. Porém, 19 bairros também têm registrado a presença dessa população, que vem sendo acompanhada pela abordagem da Assistência Social”, finalizou Joveline.

A assistente social ainda orienta a população de Volta Redonda que, ao ser abordada por um morador em situação de rua, o oriente a buscar ajuda no Centro Pop para ter acesso a alimentação e orientações em geral.

A população pode acionar o Serviço de Abordagem Social através do WhatsApp da Secretaria Municipal de Assistência Social de Volta Redonda: (24) 98143-0097.”

ABRIGO - O Abrigo Municipal Seu Nadim tem capacidade para acolher 25 pessoas, sendo 20 vagas masculinas e cinco femininas. As pessoas acolhidas são identificadas nas ruas pela Abordagem Social e encaminhadas para o Centro Pop, que faz a articulação com a equipe do abrigo para que a pessoa possa ser acolhida.

O equipamento conta com uma equipe multidisciplinar que realiza acompanhamento e trabalha para que a pessoa em situação de rua retorne para sua família ou consiga se organizar de forma autônoma.

PROTEÇÃO - Atualmente, a Smas trabalha com a rede de proteção através do Departamento de Proteção Básica, que age na prevenção junto às famílias para fortalecimento do vínculo familiar; e do Departamento de Proteção Social Especial (DPES), quando já ocorreu a violação de direitos e a pessoa precisa de proteção social urgente.

Volta Redonda conta com uma rede completa de assistência social que, além do Serviço de Abordagem Social, o Abrigo Seu Nadim e o Centro Pop, oferece o Serviço de Atendimento ao Migrante (SAM), que após o atendimento no Centro Pop faz a concessão de passagem rodoviária aos usuários em trânsito.


Iniciar o vídeo em 18'13" até 20'18", e acompanhe a votação do requerimento feito por Renan Cury.

Fonte: Facebook CMVR


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

® Copyright
bottom of page