top of page

ESTADO INCENTIVA AÇÕES ESPORTIVAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Foto: Divulgação/Secom-GovRJ

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Esporte e Lazer, abriu mais uma frente de trabalho para fomentar políticas públicas para pessoas com deficiência. Agora, a Superintendência de Desportos do Estado do Rio de Janeiro (Suderj) passa a contar com uma vice-presidência para o Esporte e para a Saúde PCD. – O esporte traz muitos benefícios para as pessoas com deficiência, tanto físicas quanto emocionais. Devemos facilitar e impulsionar o acesso. Com esse novo setor vamos aprimorar nossas políticas públicas e disponibilizar um novo canal para que elas possam ser ouvidas. Temos grandes atletas paralímpicos, e nosso estado é um celeiro de talentos. Seguiremos trabalhando pela inclusão e pelos direitos dessas pessoas – pontuou o governador Cláudio Castro. O departamento conta com uma equipe multidisciplinar, que, além de trabalhar no incentivo e apoio aos atletas paralímpicos e pessoas com deficiências e outras vulnerabilidades, também fará a gestão dos equipamentos esportivos, para garantir acessibilidade a todos os públicos. – O meu papel hoje é de fazer desse instrumento que é o esporte uma ferramenta eficaz para que tenhamos uma sociedade melhor, mais justa e inclusiva, e para que o Rio de Janeiro seja, de fato, uma referência – explicou o secretário de Esporte e Lazer, Rafael Picciani. APROVAÇÃO - A criação de um departamento voltado para o Esporte e a Saúde PCD atraiu os atletas paralímpicos. Durante a última semana, a Secretaria de Esporte e Lazer recebeu dois grandes paratletas para um bate-papo sobre futuros projetos. Rafael Vitorino, atleta paralímpico de natação e badminton, e Davi Teixeira, bicampeão mundial de surfe adaptado, expuseram demandas e também puderam ouvir novidades sobre os planos da secretaria para os atletas PCDs. – Nos sentimos incluídos, porque agora temos a quem falar, para que nos entendam e saibam o que estamos precisando. Estamos animados com esse novo direcionamento dado ao esporte para pessoas com deficiência – relatou o paratleta Rafael Vitorino. – Nossa ideia é transformar o esporte em uma ferramenta de saúde e inclusão. Quem tem saúde e está incluso tem liberdade de escolha, de ser um atleta de alto rendimento ou não. As pessoas com deficiência precisam experimentar o esporte. A nossa pasta prioriza o esporte para a saúde. Portanto, além dos PCDs, autistas, idosos, obesos, mulheres e até pessoas que talvez não tenham tanto destaque no esporte já podem se sentir acolhidas – ressaltou Renato de Paula, vice-presidente para o Esporte e para a Saúde PCD.

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加
Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

® Copyright
bottom of page