top of page

DECRETO DE MARIO ESTEVES GARANTE OBJETIVIDADE NO COMBATE AO AEDES AEGYPTI

Município é o primeiro do Sul do Estado a determinar Emergência em Saúde para agir nas ações de proteção da população e prevenção à dengue

Foto: Gazeta dos Bairros


Com o objetivo de garantir maior e melhor direcionamento de recursos e material humano em saúde, para combater a proliferação do mosquito aedes aegypti e dar tratamento aos munícipes que contraíram a dengue, o prefeito Mario Esteves (MDB) assinou decreto instaurando Estado de Emergência em Saúde em todo o território de Barra do Piraí, na manhã da sexta-feira (08/03). A cidade é a primeira da região a usar a medida administrativa para agir conforme determinam as autoridades municipais, estaduais e federais para o combate ao mosquito e tratamento das pessoas que contraíram a doença.

No distrito de Califórnia foram duas mortes confirmadas pelas autoridades de saúde do município, sendo uma senhora de 79 anos e uma jovem de 26, além de outra mulher de 40 anos, no bairro Belvedere, e uma com 81 anos, moradora do bairro Santo Antônio. As duas mulheres do distrito foram atendidas e estavam internadas no Hospital São João Batista e na UPA Santo Agostinho, em Volta Redonda.

A partir desse fim de semana, equipes da Vigilância em Saúde e de Endemias estarão percorrendo as ruas do distrito de Califórnia, num grande mutirão. Foi o que decidiram o secretário de Saúde, Dione Caruso, e a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde de Barra do Piraí, Irinéia Rosa, após determinação do prefeito Mario Esteves.

O prefeito avaliou que os demais prefeitos das cidades da região Sul do Estado precisam se unir ao município de Barra do Piraí, e também adotarem a 'Emergência em Saúde', como forma de pressionar e orientar os governos estadual e federal para direcionarem um quantitativo de doses da vacina 'Qdenga' para aplicação na população. "Os municípios da Baixada Fluminense e a capital foram beneficiados, e assim dever ser feito por todos os municípios do Estado do Rio de Janeiro que tenham aumento dos casos, não só de óbitos, mas de doentes da dengue", conclamou Mario Esteves.

Ele confirmou o aumento do número de casos suspeitos e confirmados no município, além das internações. "Hoje, infelizmente temos quatro mortes confirmadas pela doença, e contamos com a notificação de 1.251 casos suspeitos de dengue e 1.108 positivados, até o sábado. Temos ainda oito pacientes com a doença internados em nossa rede de saúde. Pedimos que a população nos informe de casos de potenciais criadouros do mosquito, para que possamos fiscalizar e dar fim aos mesmos. Basta ligar gratuitamente para o 'Disque Denúncia Dengue' 0800 2021 999", apelou Esteves.

O prefeito ainda garantiu que todos os esforços do Poder Público serão implementados para o que ele chamou de guerra. “Estamos oficialmente em guerra. Todos já sabem sobre os números alarmantes de casos de dengue no país. Logicamente, uma série de fatores contribuíram para isso, mas, em Barra do Piraí, um pensamento nunca mudou: temos que combatê-la. Buscamos, desde o início, atuar em várias frentes, mas, acima de tudo, quero enfatizar um ponto de extrema importância: todos precisam fazer a sua parte. Em grande parte dos casos, os focos da doença estão localizados dentro das nossas próprias casas e, por isso, é fundamental ter essa precaução. É esse ideal que a prefeitura está instaurando na cidade. Estamos sendo eficazes no combate a curto e longo prazo, algo que sempre vai ser incentivado”, finaliza o chefe do Executivo.

AÇÕES - A luta contra a dengue já é uma prioridade no município. As ações feitas no entorno da cidade estão englobando visitas domiciliares enfatizando a campanha “10 minutos salvam vidas”, vistorias quinzenais e até de três em três em pontos estratégicos (ferro velho, cemitério, reciclagem, etc), bloqueios químicos e mobilização social nas áreas de casos notificados. A Prefeitura de Barra do Piraí está reforçando as ações referentes a importância do trabalho da população no combate aos focos e criadouros do mosquito transmissor.

O secretário interino de saúde, Dione Caruzo, relatou outros aspectos das ações feitas no campo, e reforçou o compromisso de suspender as folgas e férias de agentes para o combate. “Nós estamos com todo o nosso efetivo da Vigilância em Saúde e da Atenção Primária atuando. Os nossos agentes comunitários de saúde e os agentes de combate de endemias possuem vieses específicos: o primeiro tem papel informativo, buscando orientar a população que a atuação dela é essencial para vencermos essa batalha; enquanto o segundo grupo está atacando efetivamente os focos. Estrategicamente, nós já tínhamos entrado nesta guerra contra o mosquito, mas, agora, o objetivo é decretar emergência”, explica o secretário.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

® Copyright
bottom of page