top of page

COMEÇA CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA BRUCELOSE E BARRA DO PIRAÍ

Foto: Divulgação/Secom-PMBP

A Secretaria de Agricultura iniciou o processo de vacinação dos rebanhos barrenses contra a infecção bacteriana brucelose bovina, na semana passada. Para ter seus animais imunizados, o trabalhador rural deve entrar em contato com a pasta, em horário comercial, de segunda à sexta-feira, através do telefone 2442-1088, ou pelo e-mail ( agricultura@barradopirai.rj.gov.br).

O acesso às doses e às aplicações são totalmente gratuitos. Além de proteger a saúde de rebanhos bovinos e pessoas, a vacina contra a brucelose também é exigida pelo Ministério da Agricultura como forma de fiscalização sanitária em propriedades rurais.

BRUCELOSE - A brucelose bovina é uma infecção bacteriana que atinge usualmente o sistema reprodutor de vacas, mas pode também acometer bois em alguns casos. Seu contágio é bastante agressivo nos animais, podendo dizimar rebanhos inteiros se as infecções não forem contidas a tempo. Por isso, a imunização é especificamente voltada a bezerras jovens, de 3 a 8 meses de vida.

O contágio de animais para humanos é raro, mas possível, principalmente em trabalhadores que atuam no meio rural, onde diariamente correm o risco de entrarem em contato com a bactéria causadora da infecção, Brucella abortus (vaqueiros, pastores, tratadores de animais, veterinários, entre outros).

Já o contágio entre humanos não possui evidências científicas. Os sintomas iniciais da doença nas pessoas se assemelham a uma gripe comum. Porém, em sua forma mais grave, a brucelose bovina pode afetar o sistema nervoso central, o coração, os ossos, as articulações, o fígado e o aparelho digestivo.

O secretário de Agricultura, Expedito Monteiro, explica como a campanha de vacinação contra a brucelose atuará a partir dos primeiros animais imunizados. “A campanha abrangerá todo o município, beneficiando o maior número possível de produtores rurais. Esse trabalho, de grande relevância, conta com a participação de todos os técnicos da Secretaria de Agricultura e com o apoio da Vigilância Sanitária, que nos cedeu o veterinário Wallace Carraro, responsável pelo setor de combate às zoonoses”, completa o secretário Monteiro.

Devido aos transtornos logísticos e organizacionais causados pela pandemia do coronavírus, a campanha de vacinação contra a brucelose não tem previsão de término. A expectativa da Secretaria de Agricultura é vacinar o maior número de animais possível. “A campanha de vacinação não tem um prazo de término definido devido às dificuldades logísticas causadas pela pandemia de Covid-19. Nós começamos a aplicar as primeiras doses na última segunda-feira, e a expectativa de nossa equipe é visitar todas as propriedades rurais do município para vacinar os rebanhos”, anseia o secretário.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

® Copyright
bottom of page