top of page

AUMENTO DE CASOS E INTERNAÇÕES COM COVID-19 ALERTA GOVERNO EM VOLTA REDONDA

Foto: Divulgação/Secom-PMVR

A Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), emitiu alerta à população sobre o aumento no número de casos e internações por Covid-19. O levantamento feito pela Vigilância em Saúde do município, na semana epidemiológica, compreendida do dia 6/11 a 12/11, foram registrados 353 casos confirmados. Os testes para o diagnóstico da Covid-19 estão sendo oferecidos em todas as 46 unidades básicas de saúde e da família (UBS e UBSF), sendo recomendado para pessoas com sintomas gripais.

O governo municipal estuda novas medidas de prevenção para controle da Covid-19, inclusive está em discussão com a Secretaria Municipal de Saúde a obrigatoriedade do uso de máscara em locais fechados. A secretaria, por sua vez, emitiu no dia 9 de novembro uma nota técnica aos serviços de saúde, unidades escolares e estabelecimentos comerciais, contendo nova recomendação para uso de máscara.

O que está totalmente descartado no momento é o lockdown (fechamento de comércios e outros locais), conforme afirmação do prefeito Antônio Francisco Neto (União Brasil). O aumento no número de casos provavelmente está sendo causado pela nova subvariante da Ômicron, a BQ.1, acredita o médico sanitarista da SMS, Carlos Vasconcellos.

A BQ.1 é uma das subvariantes da Ômicron que circulam pelo mundo, e está mostrando uma vantagem de crescimento significativa sobre outras sublinhagens da Ômicron circulantes em muitos locais, incluindo Europa e Estados Unidos da América e, portanto, merece monitoramento rigoroso. O que sabemos até o momento é que essa subvariante é altamente contagiosa, por isso, as medidas de controle e prevenção precisam ser reforçadas”, disse.

Até a primeira quinzena de novembro, haviam 26 pessoas internadas na rede pública de saúde. Ainda neste período, um óbito foi registrado pela doença, totalizando 1.442 vítimas em Volta Redonda: o paciente estava com o esquema vacinal incompleto, faltando a 4ª dose da vacina, ou seja, o segundo reforço.

Informações preliminares apontam que a maioria dos internados no município não completou o esquema de vacinação. O Ministério da Saúde recomenda que pessoas acima de 18 anos tomem quatro doses da vacina contra a Covid-19.

No Hospital São João Batista (HSJB), por exemplo, dos 14 internados, dois tem zero vacina; seis estão com o esquema completo e outros seis faltando pelo menos uma dose de reforço. Os demais internados estamos levantando as informações”, completou o médico Carlos Vasconcellos.

VACINAÇÃO - A aplicação da quinta dose foi iniciada em Volta Redonda para imunossuprimidos (baixa imunidade) a partir de 18 anos, e idosos acima de 80 anos – que são considerados grupos de risco para a doença. Porém, devido à escassez de doses, a vacinação contra a Covid-19 está temporariamente suspensa.

O município já cobrou do Governo Federal o envio de novas remessas da vacina. O Ministério da Saúde que faz a distribuição aos estados e municípios. A previsão é que os estoques sejam reabastecidos nas unidades de saúde nesta semana, com a chegada de novas doses na última sexta-feira (18/11).

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

® Copyright
bottom of page