top of page

ALERJ VOTA BENEFÍCIOS FISCAIS PARA SETOR LÁCTEO E DE ALIMENTOS DO SUL FLUMINENSE

Empresas de Vassouras estão entre as que serão beneficiadas, caso o projeto seja aprovado e sancionado pelo governador Cláudio Castro

Foto: Gazeta dos Bairros

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vota, nesta quinta-feira (07/04), em discussão única, o Projeto de Lei 5.169/21, de autoria do deputado André Corrêa (PP), que institui benefícios fiscais para empresas do setor lácteo e de alimentos instaladas no Sul fluminense. Caso receba emendas parlamentares, o texto sairá de pauta.

A medida valerá para as seguintes cidades: Areal, Comendador Levy Gasparian, Paraíba do Sul, Sapucaia, Valença, Rio das Flores e Vassouras. As alíquotas de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que envolvam operações internas realizadas por estabelecimentos atacadistas do setor lácteo e de alimentos ficam fixadas em 7% nos produtos que compõem a cesta básica e 12% nos demais casos.

A medida também prevê crédito presumido nas operações de saídas interestaduais, de modo que a carga tributária efetiva seja equivalente a 1,1 % vedado o aproveitamento de outros créditos relacionados a tais operações.

As empresas enquadradas nesta norma estarão sujeitas ao regime de substituição tributária. Esta forma de tributação foi criada para facilitar o pagamento do ICMS. A medida faz uma retenção antecipada do imposto, que é cobrada somente de um dos contribuintes da cadeia produtiva de um determinado produto.

As pessoas jurídicas beneficiadas são as que mais interferem na vida da população fluminense, haja vista fornecer alimentos e produtos lácteos. Cabe esclarecer que o Estado do Rio de Janeiro não é autossustentável nos produtos beneficiados, tendo que, obrigatoriamente, trazer produtos de outros estados para suprir a demanda”, declarou Correa.

Kommentare

Mit 0 von 5 Sternen bewertet.
Noch keine Ratings

Rating hinzufügen
Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

® Copyright
bottom of page