top of page

VACINAÇÃO ANTIRÁBICA VAI ATENDER DISTRITO DE AMPARO

Serviço será realizado durante três dias. Meta é vacinar 1,2 mil cães e gatos

Fotos: Paulo Dimas/Secom-PMBM

Cães e gatos do distrito de Nossa Senhora do Amparo, em Barra Mansa, começam a receber na próxima quarta-feira (25/09), a vacina antirrábica, de prevenção à raiva animal. Em três dias, a expectativa é imunizar 1,2 mil animais.

Para atingir essa meta três equipes da Coordenadoria de Vigilância em Saúde Ambiental, compostas por dois veterinários e oito agentes de endemias, estarão na localidade. Uma equipe será fixada no centro do distrito, na quadra do Clube, enquanto outros dois grupos percorrerão as propriedades rurais. A previsão é de que os animais da área urbana sejam vacinados em dezembro.

De acordo com o secretário de Saúde, Sérgio Gomes, a vacinação é o único e mais importante instrumento de prevenção à raiva em cães e gatos. “A campanha é importante para proteger e promover a saúde animal e humana, simultaneamente, já que o vírus da raiva leva as vítimas a óbito em praticamente 100% dos casos”, destacou.

O coordenador de Vigilância em Saúde Ambiental, Antônio Marcos Rodrigues, detalhou sobre o ciclo de transmissão da doença. “A raiva é uma doença infecciosa, que afeta também outros animais, como bovinos, ovinos, caprinos e suínos. É necessário redobrar os cuidados com o ciclo aéreo da transmissão, protagonizados pelos morcegos hematófagos, responsáveis por perpetuar a circulação do vírus. Uma das características da raiva é a encefalite progressiva e aguda com letalidade de aproximadamente 100%. Importante ressaltar que o vírus é transmitido do animal para o homem, principalmente através de mordida. Cães e gatos são os principais veículos de transmissão”, afirmou.


Principais sinais clínicos da raiva


Agressividade: quando os animais, principalmente os cachorros, começam a morder indistintamente pessoas, objetos e outros animais

Tristeza: os bichos começam a procurar locais escuros

Latido diferente do normal

Boca aberta e salivação constante

Dificuldade para engolir e recusa de alimentos e água

Distúrbios de coordenação motora

Convulsões

Paralisia das patas traseiras, como se o animal estivesse descadeirado



Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

® Copyright
bottom of page