top of page

COHAB-VR PRORROGA RENEGOCIAÇÃO DE DÉBITOS

Renegociação aberta de janeiro a junho passado alcançou R$ 2,4 milhões de contratos renegociados, mas pode chegar a R$ 5 milhões com novo prazo

Foto: Arquivo

A diretoria comercial da Companhia de Habitação de Volta Redonda apresentou um balanço parcial das renegociações de dívidas com mutuários inadimplentes no período de janeiro a 30 de junho deste ano, que chegou a 75 contratos renegociados no valor total de R$ 2 milhões e 400 mil. No entanto , mais 65 contratos estão em andamento como parte da renegociação aberta, podendo chegar a R$ 5 milhões o valor total nesta segunda fase com a prorrogação anunciada pela diretoria até 30 de setembro. As parcelas são a partir de R$ 150,00, menores que qualquer aluguel.

O presidente da empresa pública, de economia mista, Maycon Abrantes, também vice-prefeito de Volta Redonda, considerou excelente:

“A prorrogação para os mutuários ainda inadimplentes vai até 30 de setembro. O resultado foi muito positivo, mas ainda temos uma inadimplência alta e por isto definimos pela prorrogação do programa. Conseguimos renegociar 75 contratos, equivalente a R$ 2.4 milhões que estão sendo recuperados, equivalente a 15% de incrementação na nossa receita. E poderemos chegar a 30% de aumento da receita com mais este prazo, alcançando em torno de R$ 5 milhões”, comparou o presidente.

Abrantes que completou 6 meses à frente da Companhia de Habitação, afirmou que os que ainda não procuraram a empresa, devem fazê-lo o mais rápido possível.

“Desde o início deste ano econômico difícil, que a população estava aguardando muito por esta possibilidade que proporcionamos, uma redução de juros de até 70% em descontos, uma renegociação a longo prazo de 300 vezes conforme a idade do mutuário, parcelas a partir de R$ 150,00. Aconselhamos às pessoas donas dos imóveis e com dívidas, para não perder a oportunidade. Procurem a COHAB para resolver qualquer situação, seja de parcelas atrasadas, contratos informais ou ocupantes que comprovem a renda, há mais de 5 anos no imóvel. Estamos prontos para regularizar a sua casa, ou seu contrato para que tenha a escritura ao final do pagamento”, disse Maycon.

A diretora comercial da Cohab, Ana Angélica, sugere que os mutuários procurem a sede da Companhia de Habitação na Avenida Ministro Salgado Filho, 620, Aero Clube. Telefones 3339 9159 ou 3339 9532 para contatos, de segunda às sextas-feiras, das 12h às 17h30. Os mutuários da cidade de Resende podem ir até o escritório da empresa na Avenida das Mangueiras, 202, bairro Cidade Alegria, das 12h às 18h. O telefone de contato é 3354 1608.

Em 6 meses a Companhia de Habitação de Volta Redonda, com a nova diretoria, sob a presidência do vice prefeito Maycon Abrantes, conseguiu apoio da Alerj para aprovação da Lei estadual 8423/2019 que dá isenção de taxas e custos cartorários na regularização de imóveis, beneficiando a cerca de 4.500 famílias. A medida representa uma economia de R$ 2 milhões para os cofres públicos. Assinatura de convênio para empréstimo consignado para os funcionários com a Sicred( Sistema de Crédito Cooperativo) a partir da próxima semana.

Outras conquistas importantes foram a abertura do processo de regularização fundiária da Estrada do Norte no bairro Açude com a contratação de uma empresa de topografia, que irá beneficiar mais de 50 famílias com a escritura dos imóveis. A habilitação de R$ 60 milhões para inovação no Fundo de Compensação de Variações Salariais que poderá abater dívidas do saldo devedor da Cohab junto a Caixa Econômica Federal com base na lei 10.150/2000.

As famílias que tem interesse em adquirir um imóvel, podem também se inscrever no Cadastro Habitacional do município, acessando www.voltaredonda.rj.gov.br/cohab porque a Companhia vai utilizar este cadastro na seleção dos candidatos em convênio com as construtoras para o programa habitacional federal Minha Casa Minha Vida.

Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

® Copyright
bottom of page