top of page

GRANATO CRITICA DESCARACTERIZAÇÃO DO 'COMIDA DE BOTECO'

Agora denominado 'Volta de Boteco', projeto foi reapresentado pelo Gerência Geral da Fundação CSN e pelo empresário Daniel Cardoso

Foto:Reprodução/Facebook

O vereador Washington Granato (PTC) demonstrou toda sua contrariedade com a decisão do governo municipal de alterar a denominação do evento gastronômico 'Comida de Boteco', instituído pela Lei Municipal nº 5.266, de autoria do parlamentar. Agora denominado 'Volta de Boteco', o projeto teria sido descaracterizado e reapresentado pelo gerente Geral da Fundação CSN, André Leonardi e pelo empresário Daniel Cardoso, sendo incluído no calendário oficial da cidade, como originariamente está previsto na legislação aprovada pela Câmara Municipal .

O evento está sendo realizado até o dia 23 de junho, pelo Polo Gastronômico de Volta Redonda e pela Associação Comercial, Industrial e Agropastoril (Aciap), em parceria com a Prefeitura, e tem o apoio da Fundação CSN e do Sebrae. O objetivo é difundir e valorizar a comida de boteco da cidade.

Em represália à descaracterização, Granato resolveu endurecer a relação com o governo. Ele solicitou, na sessão desta quinta-feira (06/06), o adiamento da votação da mensagem nº 028/2019, em que o prefeito Elderson da Silva, o Samuca (PSDB), solicitava autorização para remanejar verbas do Orçamento, com abertura de Crédito Adicional Suplementar para o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae-VR).

O presidente da Mesa Diretora, vereador Edson Quinto (PR), retirou a urgência e preferência na tramitação da mensagem, após entendimento com os demais vereadores, que aprovaram o adiamento da votação. Logo a seguir, o presidente determinou a devolução da mensagem, nesta sexta-feira (07/06), ao prefeito, para que faça as correções e esclarecimentos necessários sobre as dotações.

Foto: Divulgação/CMVR

Washington Granato, por sua vez, afirmou que vai exigir todos esclarecimentos que não foram apresentados na mensagem.

- Eu e os demais vereadores queremos ter total conhecimento de onde será tirada a verba, para qual destino vai, e conhecer os motivos, valores e onde serão aplicadas -, afirmou o vereador Granato, recebendo apoio dos cinco vereadores de oposição ao governo, e aplaudido pela plateia formada por funcionários da empresa Viação Sul Fluminense.

O parlamentar, que ainda integra a bancada governista, confirmou que a Comissão Especial de Meio Ambiente está reunindo vasta documentação sobre o que ele denominou como "crime ambiental". A comissão foi criada para apurar responsabilidades sobre as obras às margens da Rodovia dos Metalúrgicos, nas proximidades do Jardim Belvedere, que provocam constantes transtornos aos moradores e motoristas que necessitam trafegar na via.

- Ainda vai feder muito este assunto, pois existem várias ilicitudes nesta ação atabalhoada e criminosa dos responsáveis pelo empreendimento, com a anuência do governo municipal - afirmou Washington Granato.

Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

® Copyright
bottom of page