top of page
® Copyright

ENTIDADES DE VR ORGANIZAM MOVIMENTO PARA ALERTAR SOBRE CORTE DE INCENTIVOS FISCAIS

Foto: Divulgação

Criar um movimento para sensibilizar o governo do estado do Rio de Janeiro em relação à importância da manutenção dos incentivos fiscais para as empresas. Esse foi um dos temas do encontro do Fórum Permanente das Entidades Representativas de Volta Redonda, realizado na tarde de segunda-feira (15/04), no auditório do Sindicato do Comércio Varejista de Volta Redonda (Sicomércio-VR ).

A preocupação do Fórum surgiu depois que o secretário estadual de Fazenda, Luiz Cláudio de Carvalho, anunciou em encontros com empresários que o governo vai revogar diferentes leis de incentivos fiscais. “Estamos preocupados, pois muitas empresas se instalaram na região por causa desses benefícios. Agora, com a possibilidade dessas revogações, algumas firmas já começaram a fechar as portas. Temos o conhecimento de que somente uma demitiu 160 funcionários”, disse o secretário do Fórum, Evandro Queiroz.

Diante dessa realidade, Evandro alerta que as expectativas para o desenvolvimento das empresas não são positivas. “O corte dos incentivos fiscais vai promover uma reação em cadeia. Serão centenas de colaboradores nas ruas e empresas fechadas”.

O mesmo movimento visa, ainda, sensibilizar o governo estadual sobre a importância da redução na alíquota do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) no Rio de Janeiro. “Temos a maior taxa da Federação. Como representantes de entidades de classe de Volta Redonda, precisamos unir forças e fazer chegar ao secretário estadual de Fazenda os nossos anseios, mostrando o quanto este tributo pode prejudicar o crescimento econômico no interior do estado”.

Para iniciar o movimento, representantes do Fórum farão um levantamento minucioso de dados sobre os tributos pagos ao Estado. “Precisamos reunir informações para montar um trabalho bem fundamentado, com números das cidades da nossa região. Aí, sim, vamos unir as entidades da região e mostrar para o secretário estadual de Fazenda o quanto somos prejudicados com altas alíquotas”, sugeriu Adriana, lembrando que a atual taxa no Rio de Janeiro é 20%, enquanto estados vizinhos praticam 12%.

O diretor da Associação Comercial, Industrial e Agropastoril de Volta Redonda (Aciap-VR), Marcelo Reis, destacou que a alíquota reduzida pode até aumentar a contribuição das empresas. “Por meio de um estudo técnico, podemos fazer o governo entender que, se ele praticar uma taxa viável, certamente a arrecadação do Estado vai aumentar”.

Além dos incentivos fiscais e da redução na alíquota do ICMS, a reunião do Fórum tratou de outros assuntos de interesse da classe empresarial, como emissão de alvarás definitivos, taxa de publicidade e transformação do feriado de Santo Antônio (13 de junho) em ponto facultativo. “Todas essas questões já foram pontuadas com o prefeito Samuca (Elderson da Silva) e com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Joselito Magalhães, em encontros anteriores. Agora, aguardamos do governo municipal uma posição definitiva sobre as demandas apresentadas pelo Fórum”, explicou Evandro Queiroz.

O diretor do Sicomércio-VR, José Corrêa Neto, foi o anfitrião do encontro e colocou a entidade à disposição do Fórum. “O Sicomércio está de portas abertas para receber as reuniões do Fórum. Estaremos unidos em prol dos interesses da classe empresarial do município. E certamente apoiaremos esse importante movimento”, afirmou o diretor.

Formado pelo Metalsul, Sinduscon-SF, Aciap-VR, Aescon-VR, Sicomércio-VR, CDL-VR, Sipacon, Sinepe e Aciclica, o Fórum Permanente das Entidades Representativas de Volta Redonda atua há 4 anos, tendo como principal missão promover debates de assuntos que envolvem as empresas em suas rotinas administrativas, econômicas e tributárias.



Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

bottom of page