top of page

ROSANA DEFENDE MAIOR ATUAÇÃO POLÍTICA COM 'MULHERES LÍDERES'

Em ruas do bairro Retiro, vereadora entregou rosas e recebeu carinho da população

Fotos: Divulgação

No Dia Internacional da Mulher, lembrado na sexta-feira (08/03), a vereadora Rosana Bergone (PRTB), presidente da Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Mulher na Câmara Municipal de Volta Redonda, saiu às ruas do bairro Retiro para entregar rosas e aproveitou para alertar sobre a violência sofrida por mulheres, cuidados com a saúde, participação política e empoderamento. Os temas falados estavam reforçados em um folder preparado especialmente para a data.

Segundo dados da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Volta Redonda, no ano de 2018 foram registrados 1.689 casos de violência contra a mulher no Sul do Estado, e neste ano já são quase mais de 160 registros. “As nossas mulheres têm sido assassinadas, violentadas e feridas de todas as formas. E a gente pergunta: Porque as leis, como a Maria da Penha, ainda não são suficientes para conter este feminicídio? Todos os dias, elas sofrem algum tipo de agressão. Até quando, a gente vai suportar isso?”, questionou a vereadora, pedindo às mulheres que não se calem e denunciem a violência à Deam pelo telefone 3339 9025.

Sobre a violência, a cozinheira Carmem Lúcia Prata, 44 anos, disse que está revoltada. “Há homens muito violentos e isso tem que parar. Todos os dias, temos notícias de que as mulheres estão apanhando e sendo esfaqueada. Isso é revoltante”, disse ela, que aproveitou para dar conselho às mulheres. “Sejam independentes e não dependam dos homens”, pontuou.

A vendedora Mônica Miranda, 45 anos, concordou com Carmem e frisou que a violência está muito alta. “Parece que a violência aumentou mais de janeiro para cá. Estou assustada com os casos que tenho visto na imprensa”, disse ela. O operador de máquinas, Jaci Roberto, 53 anos, ressaltou que a violência sempre existiu, porém, agora, para ele, ela está sendo mais divulgada. “As mulheres sofriam caladas, mas agora elas têm apoio para denunciar. Mesmo assim, parece que as leis estão brandas e os casos acontecem todos os dias. Qualquer ser humano merece carinho”, avaliou ele.

Por onde passava, a vereadora era cumprimentada e abraçadas por mulheres, após entregar as rosas. Alguns homens pediram uma rosa para levar para suas esposas. “Vou fazer uma média com a Dona Maria”, brincou o repositor de supermercado, Luis Carlos Souza. “Fico feliz em ver que alguém lembrou de nós e fiz questão de receber uma rosa”, falou a dona de casa, Ana Lúcia Ambrósio.

Ainda na caminhada, a vereadora falou sobre cuidados com a saúde das mulheres, orientando que elas façam exames preventivos, e sobre a importância de aumentar a representatividade feminina na política. “A nossa participação nas decisões políticas tem que crescer. Eu, por exemplo, em uma Câmara Municipal de 21 vereadores, sou a única vereadora. Gostaria muito que, mais mulheres estivessem ao meu lado. Não se furtem deste direito político e venham participar”, convidou a vereadora.

Por fim, Rosana disse que as mulheres devem se empoderar. “Não tenho dúvidas do quanto as mulheres são capazes. Empoderem-se e não tenham vergonha de ousar. E acreditem em si próprias”, salientou Rosana, agradecendo a receptividade na rua. “Foi muito bem recebida e isso nos motiva continuar o trabalho como vereadora. Desejo a todas, um feliz Dia Internacional da Mulher", finalizou.


Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

® Copyright
bottom of page