top of page

COMUNIDADES SOFREM COM FALTA D'ÁGUA NO FINAL DE SEMANA

Foto: Divulgação/Secom-VR

O diretor-executivo do Saae-VR, José Geraldo Santos, o Zeca, recebeu diversas solicitações dos vereadores


Da noite de sábado (15/12) até o final da tarde de domingo, os moradores dos bairros São Luiz e Nova São Luiz, em Volta Redonda, vivenciaram um verdadeiro deserto, a partir das caixas d'águas de suas residências. O fornecimento de água nas duas comunidades foi interrompido por volta de 17 horas da sexta-feira, de forma inexplicável, e o reflexo da falta do produto nas residências começou a ser percebido aproximadamente às 22 horas.De acordo com a dona de casa Silvane Nunes Brigida, moradora na Rua Dois, no bairro Nova São Luiz, tão logo foi percebido que a água parou de cair nas caixas d'água, os moradores tentaram contato com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae-VR). "Nós ligamos para o Saae e ninguém atendeu. Faltou água no São Luiz e no Nova São Luiz. Por isso resolvemos fazer contato com a redação do jornal Gazeta dos Bairros e pedir uma ajuda na solicitação do restabelecimento do fornecimento da água", contou a Silvane.

A reportagem enviou mensagem, na noite do sábado, para diversas autoridades que poderiam, de alguma forma, tomar providências imediatas. Os vereadores Edson Quinto (PR), Paulo César de Lima, o Paulinho do Raio-X (MDB), Jari Oliveira (PSB), Rodrigo Furtado (PTC), Washington Granato (PTC), Luciano de Souza Portes, o Mineirinho (PR), Carlinhos Sant'Anna (Solidariedade), além do secretário municipal de Governo, Claro Mariano, retornaram aos contatos feitos. Todos se prontificaram em auxiliar, e informaram terem feito contato com o diretor-executivo do Saae-VR, José Geraldo Santos, o Zeca.

SOLUÇÃO - Na manhã do domingo (16/12), uma equipe de plantão do Saae-VR esteve nas localidades e conseguiram solucionar o problema, porém sem dar maiores detalhes sobre o que provocou o desabastecimento. No final da tarde, segundo a dona de casa Silvane Brigida, o fornecimento de água foi restabelecido e o produto começou a cair nas caixas d'água.

Silvane contou que durante as primeiras horas deste domingo circulou nas proximidades do local onde mora para verificar se a água havia voltado a abastecer os reservatórios das residências. "Desci e vi com os vizinhos se estava normalizado. Eles me disseram que finalmente, a água estava saindo, mas com pouquíssima pressão. Aqui no prédio que eu moro está a mesma coisa , acho que não tem pressão para subir até a caixa. Passei na rua onde tem a bomba do Saae-VR, e hoje ela está ligada. A minha amiga que mora na rua Sebastião Lucas dos Santos, também no Nova São Luiz, disse a mesma coisa, mas que havia aparecido água na mangueira, com pouca pressão", relatou a moradora.

Por volta de 18 horas, os moradores comemoraram o pronto restabelecimento do fornecimento de água em suas residências. A moradora Silvane Brígida contou que estava aliviada e que retomaria a rotina, mas precisava de tempo para colocar a situação em ordem. "Agora há pouco, eu desci e fui ver a água aqui do prédio onde moro. A pressão aumentou, e creio que está dando para chegar na caixa d'água. Estava ajeitando as coisas aqui na minha casa e agora, vou dar mais um tempo para ver se eles não vão fechar a água, para eu poder lavar roupas. Desde já agradeço a todos que se mobilizaram para que nossas comunidades pudessem ter a situação do abastecimento normalizada", concluiu Silvane.

Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

® Copyright
bottom of page