top of page

SMS-VR faz mutirão para 3 mil consultas

Procura por marcação de especialidades foi concentrada no início da manhã e Secretaria de Saúde dobrou número de funcionários

Foto: Internet

A Secretaria de Saúde de Volta Redonda promoveu um mutirão na manhã desta segunda-feira (26), para atender a grande demanda de marcação de consultas de especialidades médicas registrada na Policlínica Bernardino de Souza, localizada no Estádio Municipal General Sylvio Raulino de Oliveira. De acordo com o secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, a previsão era atender cerca de 3 mil pessoas ao longo do dia, mas aproximadamente 1,5 mil foram à policlínica logo no início da manhã.

“As pessoas querem chegar cedo para dar continuidade na rotina durante o dia. Dobramos o número de funcionários e o atendimento segue até a última pessoa que veio agendar sua especialidade”, explicou Alfredo Peixoto, citando que o movimento foi normalizado no fim da manhã.

Moradora do Conforto, a aposentada Ângela Vicente chegou bem cedo ao local e conseguiu marcar consultas para três especialidades: cardiologista, neurologista e endocrinologista. Apesar da espera, Ângela elogiou o atendimento dos funcionários.

“Consegui agendar para abril e maio. Acho que tem que melhorar esse sistema de marcação, mas a saúde de Volta Redonda é 10. Vendo como está no Rio de Janeiro e em outras cidades, a gente é bem assistido aqui. Às vezes demora, mas a gente consegue tudo que a gente precisa”, conta.

O secretário de Saúde explicou que em junho de 2017, quando assumiu a secretaria, observou que 99% das especialidades estavam com as agendas lotadas até o mês de dezembro. “Não conseguíamos agendar, não geravam consultas e as pessoas ficavam meses esperando. Isso gerou uma demanda reprimida muito grande”, disse Alfredo, acrescentando que foi aberta nesta segunda-feira a agenda de marcação para três meses e, em seguida, começar a marcação do cronograma normal, por especialidades.

“Vamos vencendo obstáculos e trabalhando para melhorar. Inauguramos o Hospital do Idoso, já estamos com a chave do Hospital Santa Margarida, que começa a funcionar até dezembro, e nossos esforços continuam. A saúde de qualidade é nosso compromisso. Toda mudança requer avaliação dos resultados. Tentamos aplicar um novo procedimento e estamos avaliando os resultados. O importante é reduzir a fila de espera”, disse o prefeito Elderson da Silva, o Samuca (PODEMOS)

.

Anúncio Geleias.jpg

Postagens Recentes

® Copyright
bottom of page